Preocupados com o uso displicente de drones em áreas próximas a aeroportos, eventos públicos e até em instalações de infra estrutura como subestações e linhas de transmissão, a Airbus criou um sistema “drone killer” que pode monitorar uma determinada área e desativar um drone que entre no seu raio de ação.

O sistema pode simplesmente interferir no sinal de comando ou analisar a frequência em que está operando e assumir o controle.

Utilizando radares, cameras infravermelhas e scanners, todos equipamentos do portfólio da área de Defesa e Espaço da Airbus (Airbus Defence and Space), um dorne pode ser identificado e ter o seu potencial de risco analisado quando estiver numa distância de 5 a 10km da área protegida!

Para acessar a reportagem original no Daily Mail é só clicar neste link!

Comentários

comments